APNEIADOSONO.PT

Sintomas

Como suspeitar a Apneia do Sono?

 

Na maioria dos casos, são os sintomas sentidos pelo doente, ou observados pelo marido/esposa, que levam à pessoa a recorrer aos profissionais de saúde a pedir ajuda.

As queixas mais comuns são:

  • Ressonar alto e frequente
  • Ronco irregular, intervalado com longos e continuou períodos em que parece ou não há respiração (as apneias)
  • Sensação de engasgamento ou asfixia durante o sono (que fazem a pessoa acordar ou não)
  • Sonolência e cansaço durante o dia, podendo inclusive levar a acidentes de viação. A maioria refere que dormir não ajudou a descansar.
  • Dor de cabeça ao acordar
  • Sono agitado
  • Aumento da vontade de urinar durante a noite
  • Boca seca ou sede ao acordar
  • Perda de produtividade
  • Disfunção sexual
  • Perda de memória




Os despertares recorrentes provocados pela doença levam a um sono muito perturbado. As pessoas com Apneia do Sono costumam acordar de manhã sentindo que não dormiram bem ou que não descansaram. A respiração insuficiente durante a noite devido à apneia ou à hipopnéia (obstrução parcial) pode resultar em que os níveis de oxigénio no sangue diminuam e os de dióxido de carbono aumentem.

Como as vias aéreas estão bloqueadas, respirar mais rápido ou com mais força não ajuda a melhorar os níveis de oxigénio até que as vias aéreas estejam desobstruídas. Normalmente isso requer que a pessoa desperte para ativar os músculos das vias aéreas superiores e, assim que a via aérea esteja aberta, a pessoa respira fundo várias vezes para recuperar do evento obstruído.