Apneia do sono aumenta o risco de gota

As pessoas com Apneia Obstrutiva do Sono apresentam um risco aumentado de incidência de Gota, particularmente nos primeiros anos após o diagnóstico de Apneia do Sono. Esta é a principal conclusão de um estudo inglês e com financiamento por parte das autoridades norte americanas.

Os doentes com Apneia do Sono e Gota compartilham múltiplas comorbidades, como a hipertensão e diabetes. Partilham ainda fatores de risco, como a obesidade e o uso de álcool. Além disso, os níveis séricos elevados de ácido úrico que causam a Gota também estão aumentados em pessoas com a Apneia do Sono.

Os investigadores detectaram que existia uma relação entre estas duas patologias, independentemente da obesidade.

A Gota é uma doença caracterizada por ataques recorrentes de artrite inflamatória. Esta é caracterizada pela existência de edema na articulação, que pode estar vermelha, quente e sensível à dor. A dor geralmente surge em menos de doze horas. Em metade dos casos, a articulação afetada é a articulação na base do dedo grande do pé. A doença pode também causar cálculos renais e nefropatia por ácido úrico, entre outras consequências.

Estudo